Eu Passarinho

logo eu, tão destraído
tropecei no amor e
acabei cedendo
– a fragilidade
foi aquém do tempo
e toda alegria
me deixou no chão

hoje passarinho
meio assim, sem medo
cantarolando nenhum desespero
pois sei que à noite tenho tuas mãos

. Ícaro Uther

Anúncios

O Chão e a Serpentina

os carnavais que não pulei
o ar rarefeito pela adrenalina da multidão
o bloco dos sujos e os braços e as mãos

a solidão que a manhã trazia num mês tão fino
– fevereiro
rápido e pulsante
ébrio e enganador de corações

tudo isso morreu, na surdina
março vinha
e nos mostrava um mundo são

. Ícaro Uther