Ellipsism

6934727758_7bfee92e69_b

Desde que kairosclerosis surgiu na tela eu fiquei jouska que só e percebi o quão difícil deve ser criar uma nova palavra. Aquela sensação que sobe o âmago e embebeda a língua já tem nome? Deve ter, né!?

Eu que deveria tatuar na carne lethobenthos e inventar uma palavra para descrever o quão maravilhoso era a cena de te ver sorrir com o canto da boca, enquanto pressionava levemente os olhos e abaixava a cabeça em direção ao meu peito.

Liberosis, enfim. Ânsias e noites sem fim. Kairosclerosis é até simples, eu sei: é o momento em que você percebe que está feliz – e tenta conscientemente aproveitar essa sensação – o que obriga seu intelecto a identificar e colocar a sensação em um contexto, onde a felicidade lentamente se dissolve até se tornar pouco mais do que um retrogosto. Mas retrogosto não desce. Que palavrão.

. Ícaro Uther

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s